Translate - Tradução

Google-Translate-ChineseGoogle-Translate-Portuguese to FrenchGoogle-Translate-Portuguese to GermanGoogle-Translate-Portuguese to ItalianGoogle-Translate-Portuguese to JapaneseGoogle-Translate-Portuguese to EnglishGoogle-Translate-Portuguese to RussianGoogle-Translate-Portuguese to Spanish

SEGUIDORES

Não perca o próximo artigo

Pesquisar Neste Blog

segunda-feira, 12 de janeiro de 2015

O Califado Islâmico e o Apoio dos Partidos Brasileiros.

As sete etapas do califado islâmico
Primeira Etapa: A primeira fase conhecida como "o despertar" - isso já foi realizada e durou de 2000 a 2003, ou mais precisamente a partir dos ataques terroristas de 11 de Setembro de 2001 em Nova York e Washington até à queda de Bagdá em 2003. O objetivo dos ataques de 9/11 era provocar os EUA a declarar guerra ao mundo islâmico e, assim, "despertar" os muçulmanos. "A primeira fase foi julgada pelos estrategistas e cérebros por trás da al-Qaida como muito bem sucedido"

Segunda Etapa: A segunda fase conhecida como "Abrindo os Olhos" é o período de 2003 até 2006, período em que os terroristas esperam fazer a comunidade ocidental ciente da "comunidade islâmica". Hussein acredita que esta é uma fase em que a Al-Qaeda quer uma organização para se transformar em um movimento. A rede está apostando no recrutamento de jovens durante esse período. Iraque deve tornar-se o centro de todas as operações globais, com um "exército" criado lá e bases estabelecidas em outros estados árabes.
POLÍTICOS NO BRASIL QUE APOIAM O ISLà

Terceira Etapa: A terceira fase conhecida como "Surgindo e se levantando" e de 2007 a 2010. "Haverá um foco na Síria", mas os quadros de luta já estão sendo preparados e alguns estão no Iraque. Ataques a Turquia e - ainda mais explosivo - em Israel, são previstos. Idealizadores da Al-Qaeda consideram que os ataques a Israel iriam ajudar o grupo terrorista a se tornar uma organização reconhecida. Países vizinhos do Iraque, como a Jordânia, também estão em perigo.

Quarta Etapa: A quarta fase entre 2010 e 2013, a Al-Qaeda terá como objetivo provocar o colapso dos governos árabes. A estimativa é de que "a perda insidiosa do poder dos regimes levará a um crescimento constante na força dentro de al-Qaida." Ao mesmo tempo, os ataques serão realizados contra fornecedores de petróleo e contra a economia dos EUA e esses ataques serão orientadas usando o terrorismo cibernético.

Quinta Etapa: A quinta fase será o ponto em que um Estado islâmico, ou Califado, pode ser declarado. O plano é que, desta vez, entre 2013 e 2016, a influência ocidental no mundo islâmico será tão reduzida, e Israel tão enfraquecido, que a resistência não vai ser temida. Al-Qaeda espera que, em seguida, o Estado islâmico seja capaz de trazer uma nova ordem mundial.

Sexta Etapa: A sexta fase, a partir de 2016 haverá um período de "confronto total." Assim que o califado for declarado o "exército islâmico" vai instigar a "luta entre os crentes e os não crentes", segundo os planos de Osama bin Laden.

Sétima Etapa: A sétima fase, esta fase final é descrita como "vitória definitiva." Aos olhos dos terroristas, o resto do mundo estará tão impotente pelos "um bilhão e meio de muçulmanos", que o Califado, sem dúvida, terá sucesso. Esta fase deve ser concluída até 2020, embora a guerra não deva durar mais do que dois anos. 

FONTE: http://infielatento.blogspot.ca/

Como separar os muçulmanos fieis, aqueles pacíficos, dos radicais?
Tais termos são plantados para denegrir a imagem dos muçulmanos. Não existe terrorista, radical. Todo mundo tem o sangue quente.
Como massacram os muçulmanos no mundo inteiro e não querem uma reação? Cada ação tem uma reação do mesmo tamanho e no sentido contrário. Seria tolo e idiota tanta violência, tanto massacre e ficarmos olhando. Esses ataques que vocês chamam de terrorista é uma resposta a tanta barbaridade que acontece contra os muçulmanos. 
Nossa religião não incentiva violência, jamais incentiva derramamento de sangue, só que infelizmente essa é a resposta à crueldade. 
Vocês podem esperar coisa pior.
FONTE: NOBLAT

Brasil oculta prisão de terroristas, dizem EUA em documentos vazados
Documentos revelados pelo site Wikileaks mostram cartas de embaixada.
Postura se deveria ao medo de 'estigmatizar a comunidade muçulmana'.
FONTE: G1

Nenhum comentário:

ONDE O ANARCO CAPITALISMO FUNCIONOU?

TESTE SUA VELOCIDADE