Translate - Tradução

Google-Translate-ChineseGoogle-Translate-Portuguese to FrenchGoogle-Translate-Portuguese to GermanGoogle-Translate-Portuguese to ItalianGoogle-Translate-Portuguese to JapaneseGoogle-Translate-Portuguese to EnglishGoogle-Translate-Portuguese to RussianGoogle-Translate-Portuguese to Spanish

SEGUIDORES

Não perca o próximo artigo

Pesquisar Neste Blog

sexta-feira, 11 de maio de 2012

Compra Suspeita da Delta pela JBS.




Compra Suspeita da Delta pela JBS.


A compra dos fundos da Delta Construções pela holding J&F, que controla o frigorífico JBS, não apresenta problemas legais, mas a fusão não deixa de ser suspeita, afirmam especialistas.
A empreiteira está envolvida nos escândalos com Carlinhos Cachoeira, descortinada em fevereiro pela Polícia Federal. 
A Delta ainda é a principal empresa nas obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) do Governo Federal.
A entrada do frigorifico no ramo da construção civil não seria suspeito, caso a JBS não tivesse recebido do BNDES uma anistia bilionária.


Porque a Delta? 
É muito curioso que isto ocorra neste momento, em que a Delta está muito envolvida em obras do PAC via financiamentos públicos, mas também em casos de corrupção", que curiosamente estão sendo desviados com um cachoeira de denuncismo. 


Veja a analise do ucho.info
Não é preciso ir muito longe com o raciocínio para compreender as razões que levaram um grupo empresarial, que tem o processamento e comercialização de carnes como principal negócio, a se interessar por uma empreiteira detentora de contratos bilionários com o governo federal. 


Acusada de envolvimento com o escândalo de Carlos Cachoeira, o contraventor goiano que é alvo de CPI no Congresso Nacional, a Delta Construções passou das mãos do empresário Fernando Cavendish para o comando do grupo do frigorífico JBS.


A operação, estranha e inesperada, pode ser objeto de inquérito aberto pelo Ministério Público Federal do Rio de Janeiro, que quer apurar as denúncias de fraude, corrupção e superfaturamento de que é alvo a empreiteira que a partir da próxima segunda-feira (14) estará sob o guarda-chuva da holding J&F, cujo principal executivo é Henrique Meirelles, presidente do Banco Central durante os oito anos do governo Lula.


Com crescimento meteórico durante o governo do ex-metalúrgico, a Delta é a empreiteira com maior participação nas obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), mas depois do estouro do escândalo de Cachoeira desembarcou de alguns consórcios importantes, como, por exemplo, o responsável pelas obras de reforma do Estádio Mário Filho, o Maracanã.


O procurador da República no Rio de Janeiro, Nívio de Freitas Silva Filho, alega que um dos motivos para a abertura do inquérito é a participação de 31% do BNDES na JBS, principal empresa da holding J&F. Essa operação de última hora por certo não apresenta, de chofre, nenhuma maldade, mas servirá para que o governo federal consiga apagar em tempo recorde os rastros de ilegalidade e irregularidade.


Quando incentivou a criação da CPI do Cachoeira, o ex-presidente Lula tinha como objetivo acertar o governador Marconi Perillo (PSDB), de Goiás, mas em nenhum momento pensou que ele próprio poderia ser alcançado caso as investigações da Comissão fossem a fundo. Uma análise minuciosa dos fatos, como já relatou o ucho.info, poderá desmontar a República. Algo extremamente difícil de acontecer, pois a CPI é chapa branca e política é negócio.




VEJA O OUTRO ARTIGO AQUI sobre as falcaturas do governo com a JBS
http://midiadeofertas.blogspot.com.br/2011/05/dilma-concede-escandalosa-anistia.html

Nenhum comentário:

ONDE O ANARCO CAPITALISMO FUNCIONOU?

TESTE SUA VELOCIDADE