Translate - Tradução

Google-Translate-ChineseGoogle-Translate-Portuguese to FrenchGoogle-Translate-Portuguese to GermanGoogle-Translate-Portuguese to ItalianGoogle-Translate-Portuguese to JapaneseGoogle-Translate-Portuguese to EnglishGoogle-Translate-Portuguese to RussianGoogle-Translate-Portuguese to Spanish

SEGUIDORES

Não perca o próximo artigo

Pesquisar Neste Blog

domingo, 9 de setembro de 2012

Superando o Esquerdismo em 10 Passos




Superando o Esquerdismo em 10 Passos

Há alguns meses atrás, Michael Savage, conhecido pelo seu popular programa de rádio nos Estados Unidos, se referiu ao esquerdismo como uma doença mental.
O esquerdismo transforma algumas pessoas inteligentes em meros robôs que repetem uma propaganda política e não conseguem detectar as incoerências e inverdades em sua mensagem. Suas emoções bloqueiam a lógica e os impedem de ver o óbvio.

Dada a dificuldade de tirar os esquerdistas da caverna e levá-los para a luz, eu achei que seria útil traçar um programa de 10 etapas para uma bem sucedida transição do esquerdismo para a realidade.
Nós conservadores e liberais devemos lembrar que os esquerdistas precisam do nosso apoio porque não conseguem caminhar sozinhos.

Programa:
Etapa 1:
Admitir que você é um esquerdista Essa é a primeira etapa para qualquer esquerdista a caminho da recuperação. É importante compreender que você não é "a favor do progresso social", "moderado" ou "esclarecido", muito menos "iluminado". Você é apenas um esquerdista, e precisa encarar a sua situação de forma honesta, sem ilusões.

Etapa 2:
Dar a sua palavra de que daqui por diante vai passar a sustentar suas crenças com fatos. Reconheça que a verdade é mais importante do que a superioridade moral que você se atribui. Essa é a única maneira de você chegar à realidade. Você deve começar a enxergar além da propaganda ideológica do tipo Greenpeace, Frei Betto, Viva Rio, Caros Amigos e passar a entender as coisas como elas existem no mundo real.
Você não pode mais contestar as idéias baseando-se nas suas emoções e sensações, muito menos suas "revoltinhas" e chiliques. Você vai ter que sustentar seus argumentos com informações verdadeiras. Esse é um passo difícil, porque significa que você deve deixar de ser mentalmente preguiçoso.

Etapa 3:
Reconhecer que o governo dos militares foi melhor do que o que os esquerdistas pretendiam impor no Brasil. Essa pode ser a etapa mais difícil para os esquerdinhas pacifistas hippies e metidos a alternativos. Ao admitir que os milicos que você odeia na verdade lutaram para salvar o Brasil da tirania comunista, você pode até sentir um mal estar. Você deve relembrar que vários militares deram suas vidas para que o povo brasileiro não ficasse na mesma situação do povo cubano e que graças aos militares, você hoje pode vomitar seu ódio livremente sem censura e sem "paredón".
Se não fosse a contra-revolução de 1964, você estaria hoje vivendo sob um estado policial que jamais o deixaria acessar a internet e o faria viver com medo, tal qual é em Cuba.

Etapa 4:
Aprender economia. Eu sempre defini um esquerdista como alguém que nunca aprendeu nada de economia. A maioria dos esquerdistas com quem eu conversei não conseguiria controlar o saldo de sua conta bancária e muito menos explicar um conceito simples como o de demanda e oferta.
Já é hora de dar descarga nessa sua completa ignorância do que é economia e aprender como o mundo real funciona. Esse conceito é muito importante para as próximas etapas que envolvem o comunismo, fatos sobre as empresas e a ineficiência do governo.

Etapa 5:
Diga "NÃO" ao comunismo e ao socialismo. Embora esse conceito seja óbvio para todo mundo que preze sua liberdade, é um passo importante na sua recuperação. Se você tiver dificuldade com essa etapa, tente viver e trabalhar durante um ano em Cuba.

Etapa 6:

Empresas não são malignas. Se você estiver lendo esse texto conectado à internet ou através de email, é graças às empresas. Se você recebe algum contra cheque, é graças às empresas. Se você trabalha para alguma entidade sem fins lucrativos ou para o governo, você ainda deve agradecer às empresas.
O setor estatal e o setor sem fins lucrativos não teriam nenhum dinheiro para exercerem suas atividades e pagar o seu salário se não fossem as empresas privadas. Também é importante que você entenda que obter lucro não é igual à "ganância" ou "exploração". O capitalismo tem criado as sociedades de melhor nível de vida na história. Até mesmo países comunistas precisam das empresas para sobreviver, então comece a encarar a realidade.

Etapa 7:
O governo é ineficiente. Se você é um desses esquerdistas que acreditam que o governo deve criar mais e mais impostos para tomar conta da sociedade, você precisa se concentrar nessa etapa. Você precisa reconhecer que a burocracia do governo vai desperdiçar a maioria do que é pago em impostos, enquanto que o setor privado vai empregar muito melhor o dinheiro que obtém de seus consumidores. Até mesmo os políticos esquerdistas entendem isso até certo ponto, e é por isso que o PT está rechaçando a maioria das idéias esdrúxulas que tentou passar quando ainda era oposição. Se você precisar refrescar sua memória quanto à ineficiência do governo, vá até um guichê de alguma repartição pública e tente obter alguma informação ou documento.

Etapa 8:
A natureza não é sua "mãe" e não vai acabar. Já chegou a hora de parar de dar dinheiro para o Greenpeace ou qualquer outra dessas organizações econazistas que você apóia. Encare a realidade de que o planeta, a sociedade e o ambiente está melhor hoje do que em toda a história e que está continuando a melhorar.
Eu sei que muitos de vocês ecofanáticos abraçadores de árvores, comedores de granola, vão ter muita dificuldade em abandonar o pânico ambientalista. Eu sugiro a leitura do livro "The Skeptical Environmentalist" do autor Bjorn Lomborg. O Lomborg é um ex-membro do Greenpeace e é um professor de estatística em uma universidade da Dinamarca. Ele tentou provar que a natureza estava acabando, mas se surpreendeu ao ver que estava acontecendo exatamente o contrário.

Etapa 9:
Pare de fumar maconha ou de se entorpecer com o que quer que seja. Agora, alguns de vocês vão ter que arrumar um programa de 10 etapas para parar de se drogarem. A maconha distorce seu senso de realidade e você deve parar de consumi-la. Além disso, você não vai sentir tanta fome.


Etapa 10:

Pare de deturpar a história. Admita que Comandante Marcos, FARC, Kim II, Saddam Hussein, Fidel, Che Guevara e os demais líderes anti-americanos e comunistas são tiranos genocidas e facínoras sem escrúpulos. Admita que G. W. Bush venceu as eleições americanas de forma limpa e que graças a Ronald Reagan a Guerra Fria finalmente acabou e o império soviético foi derrotado.


Depois de ter completado todas essas etapas e ter superado o esquerdismo, compartilhe seu despertar com as outras pessoas que ainda não tiveram a sorte de se libertarem dele. Vá até onde o rebanho esquerdista mais próximo se reúne e espalhe a boa nova de que você se libertou dos grilhões da ignorância que ainda os prende.
Parabéns! Seja um missionário, espalhe este artigo e seja bem vindo à realidade!

TAGS:"keywords"content=" Superando o Esquerdismo em 10 Passos, Superando o Esquerdismo em 10 Passos, Superando o Esquerdismo em 10 Passos, Superando o Esquerdismo em 10 Passos, Superando o Esquerdismo em 10 Passos, Superando o Esquerdismo em 10 Passos, Superando o Esquerdismo em 10 Passos, Superando o Esquerdismo em 10 Passos, Superando o Esquerdismo em 10 Passos, Superando o Esquerdismo em 10 Passos, Superando o Esquerdismo em 10 Passos, Superando o Esquerdismo em 10 Passos

7 comentários:

Ricardo disse...

A coisa mais imbecil que já li na vida.

Francisco Amado disse...

Clap,Clap,Clap.
Meus parabéns isso sim que chamo da argumento digno de um esquerdista.

Segovia disse...

Uma perola atras da outra :

" esquerdinhas pacifistas hippies e metidos a alternativos "

" Greenpeace = organizações econazistas que você apóia " - E' graças a eles que por exemplo aqui na italia, reabriram o processo contra a compania de energia eletrica que pretendia construir as usinas mesmo com a reprovaçao do povo via referendum .

"Reconhecer que o governo dos militares foi melhor do que o que os esquerdistas pretendiam impor no Brasil "

" Você deve relembrar que vários militares deram suas vidas para que o povo brasileiro não ficasse na mesma situação do povo cubano...Se não fosse a contra-revolução de 1964, você estaria hoje vivendo sob um estado policial que jamais o deixaria acessar a internet e o faria viver com medo" - Se o regime militar nao tivesse acabado em 85, estariamos exatamente na condiçao acima citada. E varios militares tiraram vidas para o qual fim o escritor regozija, nao o contrario.

Mas sobretudo : "Você vai ter que sustentar seus argumentos com informações verdadeiras..." Quando nao ha algum fato entre tudo o que o blogueiro escreveu.

Anônimo disse...

‎"Reconhecer que o governo dos militares foi melhor do que o que os esquerdistas pretendiam impor no Brasil. " Tá difícil... vamos ver como isso se desenrola. Vou postando aqui aos poucos, etapa por etapa. Assim resolvemos cada ponto com mais calma.

Tenho uma dúvida, professor.No passo 2 vocês disseram pra sustentar as posições com verdades, fatos, e não com direcionamento ideológico. No entanto, logo no passo seguinte vocês querem nos convencer de que algo que aconteceu reconhecidamente como uma ditadura ( que teve torturas e toda aquela conversa mole que todo mundo já sabe) foi muito melhor do que vocês especulam que aconteceria caso a esquerda tivesse "concretizado seus planos". Me parece aqui que rola uma incoerência entre o passo 2 e o 3, já que vocês estão defendendo uma ditadura de fato que se justificaria com outra que é especulativa. É isso mesmo ou eu entendi errado?

Anônimo disse...

Por favor, não chame o glorioso período em que os militares governaram esse país de "ditadura".
Essa "ditadura" horrível que muitos falam não matou nem 500 pessoas. Naquela pequena ilha de Cuba mataram MUITOOOOOO mais nesse período dos Castros.

Ditadura boa mesmo foi lá no Chile... Matou cerca de 40 mil comunistas. Pinochet conseguiu bem limpar esse câncer do país. Como resultado disso, podemos ver o progresso daquele pequeno país, que é o mais desenvolvido entre vários aspectos aqui na América do Sul

Alex disse...

Parabens pelo texto. Perfeito. Precisamos de uma contrarevolucao cultural. Depois da liberacao do uso de drogas patrocinado pela esquerda e pelo Gaberichismo, surgiram as cracolandias e o absoluto descontrole do crime organizado.

Alex disse...

Otimo texto. Medici deveria ter autorizado o abate dos terroristas comunas que ameacavam a contrarevolucao. Depois que a esquerda capitaneada pelo noiado gaberixa liberaram o uso de drogas, o trafico ficou descontrolado e surgiram as cracolandias ou gabeirolandias. Precisamos de uma contrarevolucao cultural..o Brasil esta se perdendo neste caminho vermelho.

ONDE O ANARCO CAPITALISMO FUNCIONOU?

TESTE SUA VELOCIDADE