Translate - Tradução

Google-Translate-ChineseGoogle-Translate-Portuguese to FrenchGoogle-Translate-Portuguese to GermanGoogle-Translate-Portuguese to ItalianGoogle-Translate-Portuguese to JapaneseGoogle-Translate-Portuguese to EnglishGoogle-Translate-Portuguese to RussianGoogle-Translate-Portuguese to Spanish

SEGUIDORES

Não perca o próximo artigo

Pesquisar Neste Blog

sexta-feira, 17 de outubro de 2014

Os cúmplices da Mentira

 Rotina esquerdista: Não existe impunidade, mas apenas sensação de impunidade

Geralmente esse truque surge em complementação à rotina “A mídia dá excessiva atenção aos crimes, por isso a população se impressiona”.

Veja uma instância: “Há um acúmulo de eventos dessa natureza [crimes violentos sem punição para o criminoso], que tiveram grande repercussão e geram sensação de impunidade que influenciam na opinião da população sobre a impunidade.”


Automaticamente, o esquerdista passa a tratar a questão da percepção sobre a impunidade não como um fato, mas sim como uma sensação, que pode ser real ou não. Assim, impunidade deixa de ser um fato do mundo, para ser apenas uma sensação, tal qual uma alucinação. A impunidade é tratada como se fosse um fantasma.

Mas para isso terão que esconder a própria legislação atual, onde cada vez mais mamatas são fornecidas aos criminosos.

Quem não sabe de histórias onde um criminoso comete vários crimes violentos, como assaltos à mão armada em série, e acaba preso por, vá lá, uns 8 anos, com direito a cumprir apenas 1/6 da pena na prisão?


É claro que a impunidade para o criminoso violento é a regra nacional, assim como em todo país acometido pelo esquerdismo. Ou seja, todo o Ocidente. No Brasil, a situação é ainda mais crítica pela absoluta impunidade ao menor.

Nesse contexto, é fácil ver situações onde um sujeito de 15 anos comete um crime bárbaro, e depois, aos 16, pode cometer outro crime violentíssimo.

Em suma, impunidade de criminosos violentos, especialmente em países ocidentais dominados pela ideologia esquerdista, é um fato, e não “somente uma sensação”.

A sensação, neste caso, está relacionada a um fato inegável de nossa realidade.

Gostem os esquerdistas ou não.


Por lucianohenrique

Nenhum comentário:

ONDE O ANARCO CAPITALISMO FUNCIONOU?

TESTE SUA VELOCIDADE