Translate - Tradução

Google-Translate-ChineseGoogle-Translate-Portuguese to FrenchGoogle-Translate-Portuguese to GermanGoogle-Translate-Portuguese to ItalianGoogle-Translate-Portuguese to JapaneseGoogle-Translate-Portuguese to EnglishGoogle-Translate-Portuguese to RussianGoogle-Translate-Portuguese to Spanish

SEGUIDORES

Não perca o próximo artigo

Pesquisar Neste Blog

quarta-feira, 8 de janeiro de 2014

Ecoterroristas presos no gelo antártico




Aquecimentistas presos no gelo antártico

Navio de bandeira russa Akademik Shokalskiy segue imobilizado,  mas cientistas aquecimentistas foram resgatados. Foto: Andrew Peacock-AFP
Navio de bandeira russa Akademik Shokalskiy segue imobilizado,
mas cientistas aquecimentistas foram resgatados. Foto: Andrew Peacock-AFP
O grupo de “cientistas da mudança climática” preso pelo gelo no barco de bandeira russa “Akademic Shokalskiy” foi felizmente resgatado e passa bem.

Um helicóptero do quebra-gelo chinês “Xue Long” (“Dragão da Neve”) os conduziu até o australiano “Aurora Australis” que prudentemente não ingressou na área.

Mas, o “Dragão da Neve” não conseguiu quebrar o gelo e também acabou preso pelo mar em fase de congelamento malgrado o verão antártico.

Os tripulantes dos dois navios ficaram a bordo. Eles aguardam serem liberados pelo quebra-gelo “Polar Star” da Guarda Costeira dos EUA, único habilitado para a tarefa.


A mídia, entrementes, omitiu dizer o que ia fazer a equipe de cientistas: demostrar o aquecimento global!

40 de 41 (97,5%) crónicas de jornal impresso ou virtual, recenseadas por Mike Ciandella analista do Business &Media Institute, abafaram o objetivo anunciado pelos cientistas até a ocorrência.


Foram constatar a mudança climática  e verificaram na própria pele o contrário
Foram constatar a mudança climática
e verificaram na própria pele o contrário
O noticiário camuflou os cientistas de “passageiros” ou de “turistas”.

A agência AFP apontou os perigos da expedição, a falta de conhecimentos do mar da região e a inexperiência dos participantes dela, além dos riscos do resgate.

A história é hilariante, mas reveladora do clima ideológico e pretensamente científico com que vem sendo tocada a propaganda do “aquecimento global”, e/ou “mudanças climáticas”.

O líder da expedição foi Chris Turney, professor de mudança climática na universidade australiana de New South Wales. Em seu site pessoal, Turney havia anunciado que o objetivo era “descobrir e comunicar as mudanças ambientais que estão acontecendo no sul”.

O perigoso fiasco não lhe ajudou a criar juízo. Em entrevista a Fox News, Turney reafirmou sua crença no derretimento global dos polos.


O 'Dragao da Neve' não conseguiu se desentalar a si proprio  e apelou ao antipatizado EUA
O 'Dragao da Neve' não conseguiu se desentalar a si proprio
e apelou ao antipatizado EUA
“O gelo marinho está desaparecendo devido à mudança climática, mas aqui o gelo está se acumulando”, acrescentou num comunicado, sem se importar com a contradição nos termos.

E depois de uma tentativa de justificação concluiu: “estávamos no lugar errado, na hora errada”.


De fato, o frio na Antártica vem aumentando de modo consiste há 35 anos segundo a NASA.

Respeitadas as oscilações cíclicas, a expansão da superfície gelada da Antártica cresce há 150 anos.

O total da superfície gelada do planeta aumenta regularmente há 25 anos, pois o gelo antártico compensa a diminuição cíclica e temporária da camada de gelo do Ártico.

A marinha australiana conhecia bem o local, mas os alegres ambientalistas ficaram escravos de seus mitos e o navio alugado “Akademic Shokalskiy” amanheceu o dia 30 de dezembro encravado numa banquisa de 4 metros de profundidade.


USCG Polar Star. O vilipendiado vilão aquecedor do planeta (EUA) é a única esperança para solucionar a trapalhada
USCG Polar Star. O vilipendiado vilão aquecedor do planeta (EUA)
é a grande esperança para solucionar a trapalhada
Os ambientalistas pretendiam refazer o percurso da épica mas trágica expedição do explorador Douglas Mawson.

Em 1912, Mawson protagonizou uma histórica façanha de supervivência, passando dois anos na Antártida, vencendo dificuldades gigantescas e ficando como único sobrevivente de uma falida expedição ao polo sul magnético.


Obviamente, os auto-embombados aquecimentistas não estavam dispostos a sofrer nem a milésima parte do que padeceu seu herói e fugiram de helicóptero na primeira dificuldade.

Não lhes faltará financiamento para nova excursão visando provar que o planeta esquenta por todo lado.
 
FONTE:  VERDE A COR DO COMUNISMO

<meta name="KeyWords" content=" Ecoterroristas presos no gelo antártico, Ecoterroristas presos no gelo antártico, Ecoterroristas presos no gelo antártico, Ecoterroristas presos no gelo antártico, Ecoterroristas presos no gelo antártico, Ecoterroristas presos no gelo antártico, Ecoterroristas presos no gelo antártico, Ecoterroristas presos no gelo antártico,">

Nenhum comentário:

ONDE O ANARCO CAPITALISMO FUNCIONOU?

TESTE SUA VELOCIDADE