Translate - Tradução

Google-Translate-ChineseGoogle-Translate-Portuguese to FrenchGoogle-Translate-Portuguese to GermanGoogle-Translate-Portuguese to ItalianGoogle-Translate-Portuguese to JapaneseGoogle-Translate-Portuguese to EnglishGoogle-Translate-Portuguese to RussianGoogle-Translate-Portuguese to Spanish

SEGUIDORES

Não perca o próximo artigo

Pesquisar Neste Blog

quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

O RIO GRANDE SUJO COM SANGUE DE INOCENTES





O DIA EM QUE O PIRATINI SE SUJOU COM O SANGUE DE INOCENTES - VEJA O FILME EM QUE TARSO GENRO ABRAÇA O ASSASSINO. OU: ESTE ABRAÇO ESCONDE QUATRO CADÁVERES

Mesmo eu não me sentindo minimamente responsável por Tarso Genro ter sido ministro da Justiça e ser hoje governador do Rio Grande do Sul, ainda assim, eu experimento certa vergonha por ele ter exercido o cargo que exerceu e exercer o que exerce. Vejam o filme com trecho da reportagem da Band em que o petista abraça efusivamente o assassino Cesare Battisti. Volto em seguida.

Ontem, os petralhas inundaram a rede com filmes sobre a desocupação do Pinheirinho, denunciando mortes que nunca existiram. Acima, vocês estão vendo um vídeo sujo de sangue. Ele esconde quatro cadáveres, sobre os quais Tarso tripudia. Aliás, o biógrafo entusiasmado de Lênin, do ponto de vista intelectual, endossa os milhões de mortos do comunismo. Quatro a mais, apra ele, são irrelevantes.

Tarso agora tem uma justificativa nova para a impostura. Não teria cumprido o tratado de extradição porque o governo de Silvio Berlusconi seria fascista. É uma justificativa delinqüente. Berlusconi foi eleito e foi deposto pela democracia italiana. Era uma questão de estado, não de governo. Mas atentemos para a sua fala:

“Naquela oportunidade, o governo italiano não só tentou humilhar o Poder Judiciário brasileiro como também tentou submeter o governo brasileiro à sua visão a respeito do caso Battisti”.

Trata-se de uma afirmação escandalosamente mentirosa e absurda até para o padrão Tarso Genro. Não! O governo italiano respeitou o Judiciário brasileiro — tanto é assim que recorreu JUSTAMENTE ao Judiciário, ora essa! O que se deu foi o contrário: ao se comportar como corte revisora da Justiça da Itália, foi Tarso quem tentou humilhar o Judiciário daquele país. “Submeter o presidente Lula à sua visão???” Quer dizer que Lula se dá o direito de ter a sua própria visão dos criminosos de um outro país?

Na hipótese de que tenhamos um bom futuro, vamos nos envergonhar, como nação, enormemente por termos passado por isso. De certo modo, a história já começa a fazer Justiça a Tarso. Por que digo isso? Leiam o que falou Battisti:
“Vim agradecer ao governador pela coragem política, pelo alto valor moral que mostrou”.

Tarso Genro merece cada palavra elogiosa que lhe dirige o assassino.

PS: Battisti agora está com os cabelos longos e tingidos de louro. Sua cara, nota-se, está paralisada pelo excesso de botox. Por baixo da máscara, ainda há a face de um assassino.
Por Reinaldo Azevedo

2 comentários:

Rosangela disse...

Não sei bem dos detalhes disto tudo. Até onde Tarso tem suas razões. Mas daí a abraçar calorosamente uma condenada a prisão perpétua pelo seu país e dizer SEJA BEM VINDO AO RIO GRANDE DO SUl, como se ele fosse contribuir para a paz do Nosso país. Quem mata ou manda matar, nem que seja em nome da justiça e ordem, não deve servir de exemplo e nem bem vindo a lugar nenhum.
Ele deveria dizer assim: "Já que eu te acolhi na minha casa, vê se não bagunça com ela".

Francisco Amado disse...

Eu não votei nesta figura, mas o que me espanta é que 90% da população do RGS mesmo sabendo do historico deste sr. assim mesmo vez ele ganhar no primeiro turno.

Um ano de governo e ele não fez exatamanete nada.

ONDE O ANARCO CAPITALISMO FUNCIONOU?

TESTE SUA VELOCIDADE