Translate - Tradução

Google-Translate-ChineseGoogle-Translate-Portuguese to FrenchGoogle-Translate-Portuguese to GermanGoogle-Translate-Portuguese to ItalianGoogle-Translate-Portuguese to JapaneseGoogle-Translate-Portuguese to EnglishGoogle-Translate-Portuguese to RussianGoogle-Translate-Portuguese to Spanish

SEGUIDORES

Não perca o próximo artigo

Pesquisar Neste Blog

quarta-feira, 19 de outubro de 2011

Querem dividir o Brasil entre negros e brancos




Campanha em prol da procuração para que Roberta Fragoso Kaufmann ingresse com uma ação contra as cotas raciais!!!!

Caros:

Todos vocês sabem que eu atuo neste tema como advogada voluntária. Não recebo um centavo e só faço gastar para poder falar contra as cotas raciais (passagens, hospedagens, impressão de material etc). Faço isso por um ideal, por acreditar que a adoção das cotas raciais em nossa realidade miscigenada vai ser um desastre para o País e apenas fomentará o racismo, sem acabar com a exclusão dos negros pobres, que vão continuar à margem.

Chegou a hora de vocês - simpatizantes desta causa - também se mobilizarem para poder me ajudar. Não estou conseguindo sozinha, apesar de ter tentando bastante ao longo de todos esses anos....

O fato é que não há um só partido político atualmente neste País que tenha a coragem de se assumir contra as cotas raciais. Nem o Democratas, nem o PSDB, nem o PPS, ninguém. Eu continuo tentando, toda a semana eu compareço ao Congresso Nacional em busca de apoio político. Já me encontrei com dezenas de parlamentares e é sempre a mesma coisa: todos concordam comigo no sentido de que no Brasil cotas sociais fazem muito mais sentido. Mas na hora de me dar uma procuração para que eu ingresse com uma nova ação no STF, desta feita objetivando combater as cotas em concursos públicos, todos tergiversam....Enfim...

O fato é que o fantasma das cotas raciais em concursos públicos no Rio de Janeiro virou assombração mesmo. Acaba de ser aprovado um Projeto de Lei que institui as famigeradas cotas em todos os concursos. É preciso fazer alguma coisa...URGENTEMENTE.

Assim, peço ajuda de vocês no sentido de se mobilizarem, especialmente nas redes sociais, a fim de tentar exercer algum tipo de pressão nos Partidos Políticos, para que se posicionem e possam me conceder uma procuração para atuação voluntária no Supremo Tribunal Federal. Somente assim poderemos acabar com esta chaga que são as cotas raciais neste País.

Eles podem até tentar, mas não vão dividir o Brasil entre negros e brancos tão facilmente....

Confiram com a notícia do Projeto de Lei....

Alerj aprova cota de 20% para negros e índios em concursos públicos

Se sancionada pelo governador, reserva valerá para Executivo e Legislativo.
Líder do Governo na Alerj diz que quer incluir faixa de renda nas cotas.
Do G1 RJ
A Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) aprovou em discussão única, na tarde desta terça-feira (18), projeto de lei do governo do Estado que institui cota para negros e índios nos concursos públicos. Segundo o projeto, os concursos públicos para cargos efetivos do Poder Executivo e das entidades da administração indireta terão de reservar 20% das vagas para negros e índios. Ele segue para o governador Sérgio Cabral, que tem 15 dias para sancionar ou vetar.


Uma emenda apresentada e aprovada estende a cota aos concursos do Poder Legislativo. Outras três emendas foram aprovadas: uma proíbe o enquadramento nas cotas após a inscrição; outra determina que informações falsas sejam enviadas ao Ministério Público; e uma terceira reduz a cota a 10% em concursos com até 20 vagas.

“Vamos ainda discutir com o Governo a possibilidade de nova regra tratando da faixa de renda como critério”, anunciou o líder do Governo na Alerj, deputado André Corrêa.
A proposta do Governo, se sancionada, vigorará por dez anos. O texto diz que, para ter acesso à cota, o candidato deverá se declarar negro ou índio. Se o candidato aprovado na cota desistir, a vaga será preenchida por outro candidato negro ou índio.
Em junho passado, o governador Sérgio Cabral assinou no Palácio Guanabara decreto instituindo a cota para negros e índios em concursos públicos do estado, que entrou em vigor um mês depois.

Na época, o governador disse que "a imagem do serviço público brasileiro começa a mudar a partir do Rio de Janeiro". Após o decreto, o governo do Estado resolveu apresentar à Assembleia Legislativa o projeto de lei 888/11 com o mesmo teor do decreto.

TAGS:"keywords"content=" Querem dividir o Brasil entre negros e brancos, Querem dividir o Brasil entre negros e brancos, Querem dividir o Brasil entre negros e brancos, Querem dividir o Brasil entre negros e brancos, Querem dividir o Brasil entre negros e brancos, Querem dividir o Brasil entre negros e brancos

Nenhum comentário:

ONDE O ANARCO CAPITALISMO FUNCIONOU?

TESTE SUA VELOCIDADE