Translate - Tradução

Google-Translate-ChineseGoogle-Translate-Portuguese to FrenchGoogle-Translate-Portuguese to GermanGoogle-Translate-Portuguese to ItalianGoogle-Translate-Portuguese to JapaneseGoogle-Translate-Portuguese to EnglishGoogle-Translate-Portuguese to RussianGoogle-Translate-Portuguese to Spanish

SEGUIDORES

Não perca o próximo artigo

Pesquisar Neste Blog

sábado, 10 de setembro de 2011

Pente fino da CGU revela irregularidades de R$ 658 milhões.





Tiro no pé – Atendendo a pedido da presidente Dilma Vana Rousseff, a Controladoria-Geral da União realizou um pente fino nas contas e contratos do Ministério dos Transportes, depois do escândalo que culminou com a demissão do então ministro Alfredo Nascimento e outras dezenas de servidores ligados à pasta.


-------------------------


Um resumo das conclusões e recomendações da CGU já está disponível no site da Controladoria
https://docs.google.com/viewer?a=v&pid=explorer&chrome=true&srcid=0B2Mbsz2kbyFSZDk1OWM5MzktNjhiOS00ZWE3LTk5MGUtMmE1OTAxZTRiZDNj&hl=en_US
A partir de amanhã (09/09), a íntegra do Relatório da Auditoria também estará publicada no site da CGU.
FONTE:
http://www.cgu.gov.br/Imprensa/Noticias/2011/noticia16211.asp

Segundo o relatório da auditoria hoje encerrada, além do problema da má qualidade dos projetos, há, no Dnit, um grande número de projetos antigos em estoque, que acabam sendo licitados já defasados em relação ao volume médio diário de tráfego, ao nível de serviço, às localizações de jazidas e às necessidades de desapropriações, o que, inevitavelmente, conduz à necessidade de aditivos contratuais, consequência das necessárias revisões de projeto em fase de obra.

O relatório sustenta que, tanto no Dnit quanto na Valec, “raríssimos são os empreendimentos em que não há acréscimos de custos, muitos dos quais se aproximam do limite legal, algumas vezes até superando-os, tornando sem efeito os descontos obtidos nos processos licitatórios”, que, aliás, em muitos casos, são irrisórios. Para exemplificar, o relatório da Controladoria exibe uma tabela com 13 empreendimentos que receberam aditivos contratuais. Três deles excederam o limite legal (de 25%) e em um dos casos o custo aumentou em 73,7%.

___________________________

Trata-se de algo que ocorreu durante longos anos e com a conivência do então presidente Luiz Inácio da Silva, protagonista do período mais corrupto da história política nacional.

Como ninguém dentro do PT ousa questionar Lula da Silva, a sujeira da corrupção deve ser varrida para debaixo da alcatifa palaciana, como se nada tivesse ocorrido.


TAGS:"keywords"content=" Pente fino da CGU revela irregularidades de R$ 658 milhões, Pente fino da CGU revela irregularidades de R$ 658 milhões, Pente fino da CGU revela irregularidades de R$ 658 milhões, Pente fino da CGU revela irregularidades de R$ 658 milhões, Pente fino da CGU revela irregularidades de R$ 658 milhões, Pente fino da CGU revela irregularidades de R$ 658 milhões, Pente fino da CGU revela irregularidades de R$ 658 milhões, Pente fino da CGU revela irregularidades de R$ 658 milhões, Pente fino da CGU revela irregularidades de R$ 658 milhões, Pente fino da CGU revela irregularidades de R$ 658 milhões

Um comentário:

Rosangela disse...

Pois vai lá uma informação positiva referente a administração PT, pelo menos no município de Canoas, com nosso tão estimado Jairo Jorge.
A oposição está pegando pesado nas investigações referente às decisões administrativas do município de Canoas.
Em uma sessão extraordinária da Câmara de Vereadores, para apurar irregularidades na contratação de uniformes escolares, que diga-se de passagem de encantar os olhos e o bolso de qualquer escola particular, não conseguiram "provar" nada de irregular. Diante disto a administração PT distribuiu um informativo (e eu faria o mesmo) colocando, em detalhes, para a população canoense das investidas da oposição e ao mesmo tempo como foi feita esta contratação.
Quem perdeu com estas informações foram as escolas particulares Ulbra Cristo Redentor e La Salle Niterói, sendo revelado o valor altíssimo dos uniformes cobrados aos pais, que chega até duplicar o valor conseguido para as escolas municipais.
O tiro saiu pela culatra, ou ricocheteou, como dizem alguns, acertando tanto a oposição como escolas particulares de Canoas.
Sabe o que vai acontecer com isto? A Administração Jairo Jorge terá que criar mais escolas municipais para abrigar alunos que sairão das ditas cujas escolas particulares.
Não é de se entranhar que escolas de Educação Infantil particular ( as ditas creches) se esvaziam a cada dia, devido a bela administração das escolas de educação infantis municipais. Uma jogada maravilhosa da SME Canoas foi de colocar a cargo da direção de cada "creche" dedicadíssimas professoras que mas se ligam aos aspectos pedagógicos do que administrativos de uma instituição. Tanto é que muitas delas, tem como diretoras, antigas bibliotecárias de escolas de ensino fundamental.
Tiro o meu chapéu para a educação de Canoas neste e em vários outros aspectos. E alguns dizem que a Vice Bete Colombo está no lugar errado (pasta da saúde) e que deveria estar na educação. POR FAVOR deixa assim. Não vamos transferir esta incompetencia para a Educação que está dando, em grande parte, certo.
Querida amiga Beth, desculpe! Amigos amigos, política à parte. Você deveria voltar para a escola Ulbra São Marcos, onde fazia um trabalho maravilhoso como Diretora. Seu passo foi maior que a perna e quem está perdendo com isto é a saúde dos canoenses.

ONDE O ANARCO CAPITALISMO FUNCIONOU?

TESTE SUA VELOCIDADE