Translate - Tradução

Google-Translate-ChineseGoogle-Translate-Portuguese to FrenchGoogle-Translate-Portuguese to GermanGoogle-Translate-Portuguese to ItalianGoogle-Translate-Portuguese to JapaneseGoogle-Translate-Portuguese to EnglishGoogle-Translate-Portuguese to RussianGoogle-Translate-Portuguese to Spanish

SEGUIDORES

Não perca o próximo artigo

Pesquisar Neste Blog

terça-feira, 9 de agosto de 2016

Patrícia Lelis e a guerra de narrativas.

Um recado para Patricia Lélis Pessoal, a Indiana Ariete, da página Faca na Caveira, postou um texto destinado a famosa Patricia Lélis (clique aqui), nesse texto ela pontua algumas coisas sobre o caso do estupro envolvendo Marco Feliciano. 

A Revista Calibre assina embaixo.
Segue o texto Hoje meu recado vai para Patricia Lélis! Quero esclarecer algumas coisinhas, publicamente porque não sou de falar por trás, nem de esconder nada. Hoje pela manhã, recebi um áudio, onde Patricia diz que a “direita” não existe, que viramos as costas para ela, e que temos bandido de estimação. Ela finaliza o áudio, agradecendo as feministas pelo apoio…. Depois de ouvir esse absurdo, certamente eu não conseguiria ficar quieta. Vamos ao pontos: 

1- A direita não virou as costas para a senhorita. Primeiramente, você estava em um grupo (no qual faço parte) em que estão os administradores das maiores páginas da direita brasileira. No dia que tudo veio à tona, você simplesmente saiu do grupo. 

2- A direita, dá prioridade as vítimas que procuram a polícia quando sofrem abuso, não a mídia. 

3- A direita, dá atenção, à quem nunca mentiu sobre ter sido abusada, coisa que você já fez algumas vezes. 

4- A direita, não acusa sem provas, não acusa sem corpo de delito, não acusa apenas com a palavra de alguém. 

5- A direita, não tem bandido de estimação, nem mitomaníaco. Se Marco Feliciano for realmente culpado, comprovado, porque apenas sua palavra é o mesmo que apenas a palavra dele, não só iremos virar às costas para ele, como faremos de tudo para vê-lo atrás das grades, como qualquer bandido. 

* Você não nos procurou, você criou esse circo todo sozinha, como já fez várias outras vezes. Depois tentou tirar o seu da reta, não conseguiu, teve que voltar atrás e persistir dizendo que foi abusada… Aliás, você começou dizendo que foi apenas tentativa, agora já virou estupro? Oi? 
Se tivesse sido honesta, se tivesse nos procurado, sim, teríamos ajudado… se você fosse (ou for) realmente vítima como diz. Mas você não o fez, preferiu essa mídia toda, preferiu “vender” sua dignidade por 15 minutos de fama. 
Ainda assim, se Marco Feliciano for realmente culpado (o que eu duvido) eu farei de tudo para que ele seja preso, e que isso vá para todas as mídias. 

EU NÃO TENHO BANDIDOS DE ESTIMAÇÃO, MAS TAMBÉM NÃO TENHO MENTIROSOS.

Nenhum comentário:

ONDE O ANARCO CAPITALISMO FUNCIONOU?

TESTE SUA VELOCIDADE