Translate - Tradução

Google-Translate-ChineseGoogle-Translate-Portuguese to FrenchGoogle-Translate-Portuguese to GermanGoogle-Translate-Portuguese to ItalianGoogle-Translate-Portuguese to JapaneseGoogle-Translate-Portuguese to EnglishGoogle-Translate-Portuguese to RussianGoogle-Translate-Portuguese to Spanish

SEGUIDORES

Não perca o próximo artigo

Pesquisar Neste Blog

domingo, 10 de julho de 2016

A Monarquia que o MEC esconde.

PESQUISE PRIMEIRO ANTES DE PASSAR VERGONHA

O brasileiro hoje tem acesso a informação, mas não quer discutir os problemas com seriedade, muitas vezes relativizando e generalizando com a velha máxima ré-publicana:

"Sempre foi assim!"

Pior ainda é querer pormenorizar as iniciativas dos outros.

Estamos vivenciando hoje uma crise moral e política, decorrente do Sistema Presidencialista, implantado por uma quartelada em 1889, costurada entre militares, escavocratas, e intelectuais positivistas, todos ávidos por privilégios pessoais, utilizando-se do expediente revolucionário, para implementar um sistema que só deu certo nos EUA pelo alto grau de federalismo.

Se nós monarquistas defendessemos unicamente pessoas e não um sistema democrático, como o do Reino da Noruega (país mais democrático do mundo seguido de pelo menos 7 Monarquias), procuraríamos convencer os descendentes de Dom Pedro II à entrar na política.


A propósito de Dom Pedro II, se tivéssemos nas escolas, nas universidades, a difusão de 5% do que foi a vida dele, toda educação, dedicação e desprendimento, logo nos questionaríamos como poderia ter havido como pôde existir um soberano como ele no Brasil que conhecemos, e o porquê do golpe. O que seria um passo para entendermos que a gênese dos nossos problemas não é o brasileiro tão somente, mas a falta do Poder Moderador Constitucional chefiado por alguém imune a eleições, partidos políticos e grupos de interesse.

Justamente alguém com poderes para demitir maus governantes e dissolver parlamentos corporativistas, e o que inibiu por meio século os tipos políticos que desde 1889 permeiam e uzurpam da "Coisa Pública de ninguém".

Ser monarquista, não é ser anti-republicano. Ser monarquista é ter a consciência que em 126 anos, 6 tentativas constitucionais, ou seja, desde a falaciosa e imoral proclamação de 1889, apesar das tentativas, o Brasil jamais foi uma república.

O respeito à "Coisa Pública" só existiu institucionalmente até a derrubada do Maior Brasileiro de Todos os Tempos.

Alguém que mesmo deposto, exilado, morando num hotel barato na França, dispensou uma indenização equivalente a 4,5 toneladas de ouro por não ter sido aprovada no parlamento, respeitando verdadeiramente o erário.

Isso não é nem 1% de toda nossa história.

Conheça, pesquise, surpreenda-se!
Mudar a história, só depende de nós!
VIVA O IMPÉRIO DO BRASIL! 

Nenhum comentário:

ONDE O ANARCO CAPITALISMO FUNCIONOU?

TESTE SUA VELOCIDADE