Translate - Tradução

Google-Translate-ChineseGoogle-Translate-Portuguese to FrenchGoogle-Translate-Portuguese to GermanGoogle-Translate-Portuguese to ItalianGoogle-Translate-Portuguese to JapaneseGoogle-Translate-Portuguese to EnglishGoogle-Translate-Portuguese to RussianGoogle-Translate-Portuguese to Spanish

SEGUIDORES

Não perca o próximo artigo

Pesquisar Neste Blog

terça-feira, 25 de agosto de 2015

Decreto assinado na calada da Noite




O PNDH 3 já nasceu de maneira escusa: foi elaborado e assinado no finalzinho do ano 2009, enquanto a maioria das pessoas descansavam e esperavam a chegada do ano novo.

A gravidade do Decreto está nessa ideologia, que tem o objetivo de causar uma “desconstrução” cultural, visando minar conceitos e valores edificados ao longo de séculos.

O PNDH-3 desrespeita gravemente um dos direitos fundamentais que é a propriedade e estimula a invasão de propriedades alheias. O PNDH-3, mais que um “plano de direitos humanos” é um plano de imposição ideológica e de caráter totalitário de contravalores, em desacordo com nossa cultura, história e fé.

O que comprova isso é que o PNDH-3 compromete todas as áreas da administração e, fato inédito, “proposto por 31 ministérios”, “estruturado em 6 eixos orientadores, subdivididos em 25 diretrizes, 82 objetivos estratégicos e 521 ações programáticas”. Isso mostra que o Plano foi elaborado para ser “a política do Estado brasileiro”, para nortear a vida das gerações futuras.


Veja algumas opiniões sobre o tema e resolva
O professor e jurista, Dr. Ives Gandra Martins,
Segundo ele, o PNDH-3 se inspira na mesma linha mestra das “constituições bolivarianas” da Venezuela, Bolívia e Equador. Em outros termos, acaba o equilíbrio atualmente existente entre Legislativo, Executivo e Judiciário, e a balança acaba pendendo para o lado do Executivo. Mas com um detalhe: o poder fica nas mãos de pequenos conselhos “comunitários” – leia-se “sovietes” – condicionados à Secretaria de Direitos Humanos – leia-se “Soviet Supremo”, como na Rússia comunista.


Deputado Paes de Lira
Ele se diz admirado ao ver o Estado apoiar o PNDH-3, que propõe a “desconfiguração” da família, promove a chacina de inocentes por meio do aborto e apóia a “desconstrução da heteronormatividade”. Ou seja, distinções entre o feminino e o masculino não serão levadas mais em conta, nem mesmo nas cartilhas escolares… cada um, seja homem ou mulher, poderá “escolher o que quiser”. Para Paes de Lira, o destino deste medonho Plano tem que ser a lata de lixo.


Doutor Paulo Uebel
Dr. Uebel foi enfático ao afirmar que o PNDH-3 “distorce conceitos e inverte valores”. Ele proporciona privilégios escusos para baderneiros e “camaradas”, e persegue a virtude e o mérito.

Assista o video leia o plano e tire suas conclusões.
Caso queria apoiar na luta contra este plano.




Todos contra o PNH3.




TAGS:"keywords" content=" Decreto assinado na calada da Noite,
Decreto assinado na calada da Noite, Decreto assinado na calada da Noite,
Decreto assinado na calada da Noite, Decreto assinado na calada da Noite,
Decreto assinado na calada da Noite, Decreto assinado na calada da Noite,
Decreto assinado na calada da Noite, Decreto assinado na calada da Noite 

Um comentário:

Rosangela disse...

Olha Francisco. Já sou contra a política das bolsas e seguro desemprego.
Quanto a bolsa cadeia...minha nossa! Isto não vai prestar.
Uma vez fui fazer uma matéria nos presídios Feminino e masculino de Porto Alegre. Vou te falar algo espantoso que constatei nos dois:
No presídio masculino tinha um cidadão que "trabalhava" lá dentro e só poderia retirar seu dinheiro quando terminasse de cumprir a pena. A mulher dele ia visitá-lo uma vez por mês para ele liberar a pensão da filha. Este cidadão quase cometeu suicídio na cadeia quando descobriu que a esposa estava morando com outro bandido. Como este bandido era mais "vilão" do que ele, por ameaça de morte "na própria prisão" (eles têm os colegas para fazer o "servicinho") ele resolveu continuar pagando a pensão. É bandidagem pra tudo que é lado.

Na penitenciária feminina algumas mulheres "aprontam" até conseguirem ir presas porque lá dentro elas têm comida e EMPREGO.
Visitei a biblioteca e poucas querem saber de ler alguma coisa ou estudar. Tem grupos de estudos lá dentro também.

Então eu observei alguns tubos no teto e perguntei se era sistema de ar condicionado. Os guardas que me acompanhava disseram assim: Ar condicionado!!! era só o que faltava. Assim isto aqui vai lotar mesmo.
O que este governo quer é tratar as pessoas com dignidade. E tratar com dignidade é abrir mais oportunidades de estudos, emprego...Isto eles fazem também... Não é fácil administrar...O que você faria no lugar deles?
Já pensou em traçar um plano você mesmo? Teria pessoas que pudessem te auxiliar? Não é fácil querer mudar o mundo amigo...

ONDE O ANARCO CAPITALISMO FUNCIONOU?

TESTE SUA VELOCIDADE