Translate - Tradução

Google-Translate-ChineseGoogle-Translate-Portuguese to FrenchGoogle-Translate-Portuguese to GermanGoogle-Translate-Portuguese to ItalianGoogle-Translate-Portuguese to JapaneseGoogle-Translate-Portuguese to EnglishGoogle-Translate-Portuguese to RussianGoogle-Translate-Portuguese to Spanish

SEGUIDORES

Não perca o próximo artigo

Pesquisar Neste Blog

quinta-feira, 29 de setembro de 2011

Como tratar as mulheres como idiotas?




A Secretaria de Políticas para as Mulheres (SPM) da Presidência da República enviou nesta terça-feira (27) um ofício ao Conselho Nacional de Autoregulamentação Publicitária (Conar) pedindo a suspensão de uma campanha da fabricante de roupas íntimas Hope, estrelada pela modelo Gisele Bündchen.

Alega a SPM: “A propaganda promove o reforço do estereótipo equivocado da mulher como objeto sexual de seu marido e ignora os grandes avanços que temos alcançado para desconstruir práticas e pensamentos sexistas. Também apresenta conteúdo discriminatório contra a mulher, infringindo os artigos 1° e 5° da Constituição Federal”.
Conheca o currículo da ministra Iriny Lopes
É muito conhecida sempre atuar em prol dos direitos humanos, inclusive nos temas que se referem à luta dos direitos das mulheres, crianças e adolescentes.

Mas o que realmente é mais importante o tipo de calcinha que a mulher vai usar ou a proteção real e imediata as mulheres? Qual foi a ação real e imediata que a Ilustríssima ministra tomou neste caso?
Em depoimento à polícia, a menina disse que passou quatro dias sendo abusada sexualmente pelos detentos.


Mas o que realmente preocupa a Sr Iriny e decidir que tipo de peça íntima deve usar a mulher para que não seja tratada como mero objeto.
Com certeza ela nunca assistiu o programa pânico na TV.

Você concorda que se preocupar com um comercial que daqui poucos dias nem estara mais no ar, ou os esforços deveriam ser aplicados em outro sentido?

TAGS:"keywords"content=" Como tratar as mulheres como idiotas, Como tratar as mulheres como idiotas, Como tratar as mulheres como idiotas, Como tratar as mulheres como idiotas, Como tratar as mulheres como idiotas, Como tratar as mulheres como idiotas, Como tratar as mulheres como idiotas, Como tratar as mulheres como idiotas, Como tratar as mulheres como idiotas

5 comentários:

Lisa disse...

Peraí vc viu a roupa que a menina que foi estrupada estava usando?

E outra coisa. A gisele ta ganhando um belo cache pro comercial. Não vejo nada de errado neste comercial se os maridos não se importarem de pagar as contas... das mulheres "levianas". Cada casal assume seu próprio estilo de vida. E cada mulher se coloca na postura que lhe convém.

Francisco Amado disse...

Opa.

Não tinha visto a roupa, sera que a culpa das estrupas é o modo de se vestir?
Se não exisitisse programas de tv e musicas que chamam as mulheres da cachorra ai poderia se considerar a situação.

Mas a questão é que existe coisas muito mais urgentes no Brasil do que comericiais que tem tempo x de duração.

Fora que o comercial apenas retrata o que é comum em muitas relações, ele não esta inventando nada.

Lisa disse...

Você não parece um filósofo.
Não está vendo mais além do que o "simples" comercial pretendia passar e nem enxergou por de trás da notícia.
Vamos por etapas:
Algumas pessoas observam a roupa e outras as pernas, pois a imagem está bem nítida.
Aqueles que observam a roupa podem até gostar do modelito, porém quem observa as pernas podem observar por vários motivos. Pela estética(àqueles que se interessam por isto) Pelo apelo sexual (àqueles que se interessam por isto). E quem estuprou observou o que? Acontece que hoje em dia não se sabe mais quem é menina de programa ou quem gosta de expor seus dotes femininos ou quem sente calor rsrsrsrs. Ainda mais em Belém do Pará onde é "comum" meninas se prostituirem desde cedo (algumas mães incentivam isto por sinal).
Uma vez eu entrei numa penitenciária e fui abraçar os presos e o carcereiro me disse que não era pra fazer isto porque eles poderiam me pegar como refém. Na segunda vez que visitei a penitenciária já não repeti a cena. Será que esta menina não passou por nenhuma situação que pudesse alertá-la do perigo de andar assim em meio de pessoas com problemas sérios de conduta? Claro que a mídia alimenta, e muito, tudo isto. E se surgisse uma musica que falasse assim: "fico doido só de imaginar o que tem por de tras daquele vestido comprido...." já bastaria para algumas crentes deixarem de usar vestido comprido. Coitadas, nem sairiam de casa mais.
Digo coitadas neste aspecto, porque ninguém que está neste mundo é santo.
Bem, vamos para outra situação.
Ela estourou o cartão de crédito, então aparece com uma langierie na frente do marido para contar a notícia. Isto significa que ele não vai ficar zangado? Ah! então ele pega ela com outro cara e então ela aparece com a mesma langierie, será que ele não vai ficar zangado?
Se for macho fica zangado. Se for safado deixa pra lá e transa com ela. Se for homem pensa "não quero mais isto pra mim".
O que este comercial está mostrando então?
1.Consumismo sem limites(deixa estourar o cartão de crédito eu TENHO dinheiro pra alimentar seus caprichos querida e meu apetite sexual também rsrsrsr).
2.Clinica de emagrecimento iria ganhar muito com isto também(você observou o corpo da Gisele?).
As mulheres tem que cuidar da saúde em primeiro lugar, consequentemente a aparência melhora por si).
Nem vou mais colocar outras questões porque o comentário vai se tornar o artigo.
Existem muitas questões a serem analisadas....Nossa!
E muita gente querendo entrar na política pra ganhar muiiiiiito dinheiro para "alimentar" tudo isto.
Este comercial está erradíssimo.

Francisco Amado disse...

Tu ficou presa no comercial.
O comercial para mim é segundo plano isto quer dizer que não estou advogando a favor do comercial.
O artigo predende levantar a questão que uma Secretaria de Políticas para as Mulheres deveria se preocupar com fatos reais.
Um comercial é apenas um comercial.
Agora o fato da menina ter sido jogada dentro de uma penitenciaria no meu ponto de vista tem mais gravidade do que o comercial da gisele.
Fora que cada um vai seguir o modelo que quiser ou tu precisa do governo para te alertar como tu deve te vestir ou te portar frente ao teu marido, namorado etc???
Todavia se seguirmos na tu linha de pensamento a propaganda que ela faz para a tv sky é muito mais mulher objeto.
Pois aparece o marido assistindo jogo ela lavando o chão e ele pede uma cerveja.
Poderia colocar aqui outros tantos comerciais que seguem a mesma linha, mas tu conhece todos portanto a questão não é o comercial para mim.
A questão é que existe coisas muito mais graves que atinge as mulheres do que um comercial.

Lisa disse...

Ela foi jogada dentro de uma penitenciária?

Hoppe ensina.....
Acho que pegou mal aqui!

ONDE O ANARCO CAPITALISMO FUNCIONOU?

TESTE SUA VELOCIDADE