Translate - Tradução

Google-Translate-ChineseGoogle-Translate-Portuguese to FrenchGoogle-Translate-Portuguese to GermanGoogle-Translate-Portuguese to ItalianGoogle-Translate-Portuguese to JapaneseGoogle-Translate-Portuguese to EnglishGoogle-Translate-Portuguese to RussianGoogle-Translate-Portuguese to Spanish

SEGUIDORES

Não perca o próximo artigo

Pesquisar Neste Blog

quinta-feira, 16 de junho de 2011

Cidade italiana da um forte sinal de repúdio ao Brasil.



Cidade italiana da um forte sinal de repúdio ao Brasil.

CASO BATTISTI FAZ CIDADE ITALIANA ANULAR PROJETO COM BRASIL

TREVISO, 15 JUN (ANSA) - A cidade italiana de San Polo di Piave, na região do Vêneto, suspendeu o projeto de geminação com o município catarinense de Arroio Trinta como forma de protestar contra a libertação do ex-militante Cesare Battisti.

O prefeito Vittorio Andretta afirmou que a decisão foi do Conselho Comunal, que quis dar "um forte sinal" de repúdio ao Brasil, que negou a extradição de Battisti, condenado à prisão perpétua na Itália por quatro assassinatos cometidos na década de 1970, quando era militante.


Para Andretta, "a geminação contrasta com o caso Battisti". Mas o italiano também destaca que a suspensão pode ser retirada, uma vez que, de acordo com ele, o próprio prefeito de Arroio Trinta, Claudio Spricigo, enviou-lhe uma carta dizendo ser contrário à decisão do Brasil de não extraditar o ex-militante.

VEJA MAIS AQUI


POR BATTISTI, VICE-MINISTRO NÃO QUER ASSINAR ACORDO COM BRASIL

BRASÍLIA e LUXEMBURGO, 16 JUN (ANSA) - O vice-ministro de Infraestrutura e Transporte da Itália, Roberto Castelli, afirmou hoje que não vai assinar um acordo no setor de transporte aéreo com o Brasil.

"O Brasil não terá nunca a minha assinatura", disse Castelli, ao participar de uma reunião do Conselho de Ministros de Transportes da União Europeia (UE).


Segundo ele, o gesto "é um pequeno, mas significativo, exemplo de protesto contra um país que demonstrou não ter nenhum respeito pela Itália".


Castelli explicou que já conversou com o ministro da pasta, Altero Matteoli, e com o chanceler italiano, Franco Frattini, sobre sua decisão. "[Eles] entenderam as minhas razões", contou.


Agora, cabe ao governo italiano e ao Ministério das Relações Exteriores decidir sobre a validação do acordo aéreo.


A postura do vice-ministro deve-se à negação do Brasil em extraditar o ex-militante italiano Cesare Battisti, condenado à prisão perpétua na Itália por quatro assassinatos cometidos na década de 1970, quando integrava o grupo de extrema-esquerda Proletários Armados pelo Comunismo (PAC).

CONTINUA AQUI

TAGS:"keywords"content=" Cidade italiana da um forte sinal de repúdio ao Brasil, Cidade italiana da um forte sinal de repúdio ao Brasil, Cidade italiana da um forte sinal de repúdio ao Brasil, Cidade italiana da um forte sinal de repúdio ao Brasil, Cidade italiana da um forte sinal de repúdio ao Brasil, Cidade italiana da um forte sinal de repúdio ao Brasil

Nenhum comentário:

ONDE O ANARCO CAPITALISMO FUNCIONOU?

TESTE SUA VELOCIDADE