Translate - Tradução

Google-Translate-ChineseGoogle-Translate-Portuguese to FrenchGoogle-Translate-Portuguese to GermanGoogle-Translate-Portuguese to ItalianGoogle-Translate-Portuguese to JapaneseGoogle-Translate-Portuguese to EnglishGoogle-Translate-Portuguese to RussianGoogle-Translate-Portuguese to Spanish

SEGUIDORES

Não perca o próximo artigo

Pesquisar Neste Blog

sábado, 15 de novembro de 2014

Cubanos em Fuga para os EUA.

Dois médicos cubanos que atuam em postos do Programa de Saúde da Familia (PSF) em Montes Claros, dentro do Programa “Mais Médicos”, do Governo Federal, abandonaram o trabalho, na semana passada, sem deixar pistas. Eles deixaram os pacientes das unidades de saúde sem atendimento. De acordo com o secretário municipal de Saúde do Município, colegas dos dois profissionais foram vistos em Belo Horizonte sexta-feira passada e teriam viajado para Miami (EUA).

Conforme o secretário adjunto de Saúde de Montes Claros, Danilo Macedo Narciso, os dois médicos da ilha caribenha chegaram a cidade em 13 de março deste ano, na segunda etapa do “Mais Médicos”. O médico Johan Gimenez passou a atuar numa unidade do Programa de Saúde da Familia no bairro Novo Delfino, na região Noroeste da cidade, enquanto o colega dele, Frank Mesacabrera, ficou responsável pelo atendimento em um posto do PSF no bairro Jardim Olímpico (perto do Novo Delfino).


Os dois cubanos trabalhavam pela última vez no dia 6, quinta-feira. Eles teriam o dia seguinte para estudos e deveriam voltar a atender na última segunda-feira. Mas, não mais retornaram às unidades de saúde. As informações recebidas pela Secretaria Municipal de Saúde é que eles foram vistos pela ultima vez, sexta-feira, 7 de novembro, em Belo Horizonte, onde teriam embarcado para Miami.

O secretário adjunto Danilo Macedo Narciso informou que os dois postos do PSF ficaram sem atendimento nesta semana. Mas, a prefeitura, por conta própria, providencia a contratação de outros dois profissionais, para retomar as consultas na próxima semana. Narciso disse ainda que o município fez a comunicação ao Ministério da Saúde sobre o “desaparecimento” dos dois médicos cubanos, que, pelas regras do Programa Mais Médicos, tem 48 horas para se apresentarem. Vencido esse prazo, eles serão considerados desistentes, sendo,automaticamente, desligados do programa.

Em junho deste ano, outra profissional cubana do Mais Médicos, Flora Olga Hernandez Fleitas, que trabalhava no município de Catuti, de 5,2 mil habitantes, também no Norte de Minas, abandonou um programa, sem informar o seu destino. Poucos dias depois do desaparecimento de Flora Olga, foi divulgado que ela viajou para os Estados Unidos.


Fonte: http://www.em.com.br

<meta name="KeyWords" content="
Cubanos em Fuga para os EUA, Cubanos em Fuga para os EUA, Cubanos em Fuga para os EUA, Cubanos em Fuga para os EUA, Cubanos em Fuga para os EUA, Cubanos em Fuga para os EUA, Cubanos em Fuga para os EUA, Cubanos em Fuga para os EUA">

Nenhum comentário:

ONDE O ANARCO CAPITALISMO FUNCIONOU?

TESTE SUA VELOCIDADE